Pilotos, recordes e favoritos: Tudo o que você precisa saber sobre a nova temporada da Fórmula 1

A temporada 2021 da Fórmula 1 começa neste domingo, dia 28, com o GP do Bahrein. Ao todo serão 23 provas no ano com o encerramento no dia 12 de dezembro, no GP de Abu Dhabi, isso se nenhuma das etapas for adiada ou cancelada pela pandemia de Covid-19. Neste ano a temporada está repleta de novidades, a começar pela transmissão. Depois de 40 anos sendo transmitida para o Brasil pela TV Globo, a Bandeirantes adquiriu os direitos da modalidade pelos próximos dois anos e será a nova casa da categoria mais assistida do automobilismo. Muda também o horário de início das provas. Até o ano passado, as largadas aconteciam em horários quebrados. Agora muda, por exemplo, de 12h10 para 12h. Além disso, os GPs devem se encerrar com três horas de duração, não mais quatro.

O número de equipes continua o mesmo (10), com apenas uma mudança. A antiga Renault agora se chama Alpine Team e traz uma das maiores novidade atrás do volante. O bicampeão mundial Fernando Alonso acertou seu retorno à F1 após dois anos e vai competir ao lado do francês Esteban Ocon. A estreia de Mick Schumacher, filho do multicampeão Michael Schumacher, também é um capítulo a parte na temporada, competindo na Haas ao lado do russo Nikita Mazepin. Confira abaixo todas as equipes e seus pilotos:

Mercedes: Lewis Hamilton e Valtteri Bottas
Red Bull: Max Verstappen e Sergio Pérez
McLaren: Daniel Ricciardo e Lando Norris
Aston Martin: Sebastian Vettel e Lance Stroll
Alpine F1: Fernando Alonso e Esteban Ocon
Ferrari: Charles Leclerc e Carlos Sainz
AlphaTauri: Pierre Gasly e Yuki Tsunoda
Alfa Romeo: Kimi Raikkonen e Antonio Giovinazzi
Haas: Mick Schumacher e Nikita Mazepin
Williams: George Russell e Nicholas Latifi

Favoritos e recordes a serem batidos

Depois de fazer história se igualando a Michael Schumacher com sete títulos, Lewis Hamilton segue como o favorito a conquistar o título da Fórmula 1. O britânico de 36 anos teve o contrato renovado com a Mercedes depois de uma longa novela e parece estar de fôlego renovado para mais uma temporada. Ele, inclusive, é o mais cotado nas casas de apostas seguido de Max Verstappen, o jovem de 23 anos da Red Bull Racing. Quem vem logo em seguida nas cotações é Valtteri Bottas, que terminou a temporada de 2020 com o vice-campeonato.

Se Hamilton é cotado para o título, é também para quebrar recordes. Sendo o homem a ser batido em 2021, ele pode superar novas marcas de Senna (seu ídolo de infância), do alemão Michael Schumacher e de Sebastian Vettel. Em sua 15ª temporada na F1, o piloto britânico tentará se tornar o maior campeão de todos os tempos, com oito títulos (e também igualar o alemão com a marca de cinco títulos consecutivos). Schumacher conseguiu o feito entre 2000 e 2004, pela Ferrari. Na briga pessoal contra o alemão, Lewis também pode se tornar o piloto com mais voltas lideradas na modalidade, faltando apenas 13 para ultrapassar Schumacher (5.111 voltas).

Além disso, o britânico buscará a marca de mais vitórias consecutivas na temporada, recorde que é de Sebastian Vettel, que venceu nove provas em 2013. Nas marcas de Ayrton Senna, Hamilton pode se tornar o piloto com mais vitórias consecutivas em um único GP. O brasileiro venceu cinco vezes em Mônaco. Hamilton tem quatro títulos consecutivos no GP da Espanha, com chance de aumentar neste ano. Outros recordes, como mais poles em uma única temporada (precisa ultrapassar 15, já chegou em 12), em uma única pista (Autódromo Enzo e Dino Ferrari, em Ímola e GP da Austrália), pole positions consecutivas (precisa de oito) e pódios consecutivos (marca de 19, já fez 16) também podem cair no colo de Hamilton nesta temporada. Será que ele consegue tudo isso?

Comentários

Compartilhe

Ultimas notícias

TF Sport won't defend British GT title, GT4 cars up for sale

Tom Ferrier’s outfit has won the last two class titles alongside an expanding presence on the international scene, with an LMP2 programme in the...

How Master of Monaco Moss conquered Ferrari, 60 years on

Thrilling over 120,000 spectators and millions of television viewers, Stirling Moss in Rob Walker’s 1500cc Lotus-Climax fought off three Ferraris and the Porsche team...

Domenicali rules out two-day Formula 1 weekend idea

As part of an evaluation on how to expand the calendar over future years, one proposal that was looked at was to make race...

Winterbottom reveals cracked Supercars chassis woes

Driving for the Team 18 Holden squad the 2015 series champion finished last season a respectable 10th in the points, his best race results...

Russell: Williams can focus on performance instead of survival

After a turbulent few seasons, the Williams family sold the team last year to American investment firm Dorilton Capital.With fresh investment in place, Williams'...