Bernardinho vai assumir a seleção francesa após Olimpíada de Tóquio

A Federação Francesa de Voleibol (FFVolley, na sigla em francês) confirmou nesta segunda-feira, 12, que Bernardo Rezende, o Bernardinho, assumirá o comando da seleção masculina da França após os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, adiados em um ano por causa da pandemia do novo coronavírus, visando a Olimpíada de 2024, que será realizada em Paris. “Ficamos muito felizes que Bernardinho aceitou nossa proposta. A sua enorme história é a prova do nosso desejo de ver a equipe francesa continuar a evoluir ao mais alto nível e ambicionar pódios”, disse Eric Tanguy, presidente da FFVolley em um comunicado oficial. O treinador brasileiro assumirá ao final da Olimpíada de Tóquio, em julho e agosto deste ano, substituindo Laurent Tillie.

Antes de assumir, Bernardinho destacou o bom trabalho de Tillie. “Estou muito honrado que a Federação tenha aceitado minha candidatura. Esta decisão não foi fácil porque requer alguns sacrifícios pessoais, mas quando olho para esta seleção da França e sua evolução hoje, fico muito entusiasmado com a ideia de poder trazer minha experiência a ela, a fim de avançar em direção a um único objetivo comum: a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Paris”, afirmou. “É um verdadeiro desafio que nos espera. Esta equipe tem potencial e gostaria de destacar o trabalho admirável que Laurent Tillie tem feito com os seus jogadores ao longo dos últimos nove anos. Quero continuar este trabalho, ultrapassar os limites e as capacidades de cada um, continuar a fazê-los crescer como atletas e como seres humanos. É uma etapa necessária. Mas, por enquanto, só pode haver um objetivo: as Olimpíadas de Tóquio. Então, vou deixar Laurent, sua equipe e seus jogadores trabalharem para ter o melhor desempenho em Tóquio. Eles têm a capacidade e o talento”, completou o brasileiro.

À frente da seleção brasileira, Bernardinho possui seis medalhas olímpicas, incluindo os ouros de Atenas- 2004, na Grécia, e no Rio-2016, no Brasil. Ele seguirá, por enquanto, como técnico do Sesc/Flamengo-RJ, no Rio de Janeiro. Já Laurent Tillie está no comando da seleção francesa há nove anos, tendo o título do Campeonato Europeu em 2015 e o ouro na Liga Mundial em 2015 e 2017 como maiores feitos.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários

Compartilhe

Ultimas notícias

Vettel 'lacking pace to fight for points' in Aston Martin F1 car

The German took 15th place in the season opener in Bahrain and was also classified in the same position at Imola after a late...

2021 MotoGP French GP – how to watch, session times & more

Jack Miller secured his first MotoGP race win in five years last time out at Jerez but was slightly fortunate to see long-time leader...

Motorsport Network strengthens Direct-To-Consumer leadership with new CEO of Motorsport.tv

London, 12th May 2021: Motorsport Network has strengthened its commitment to its direct-to-consumer offering by recruiting seasoned industry professional Simon Danker to lead the next growth steps of its OTT platform Motorsport.tv.As CEO of Motorsport.tv, Simon will build...

Dovizioso: Aprilia MotoGP wildcard “wasn’t in the plan”

Dovizioso rode the Aprilia for the first time in April at Jerez having agreed a deal with the marque to privately try the bike,...

Perez: Reduced F1 track time hindering progress adapting to Red Bull

Perez was signed by Red Bull to partner Max Verstappen for this season after his exit from Racing Point, becoming the fourth different driver...